Gerador de Energia! Contratar ou Não Contratar?

O que fazer se acabar a energia no meio da festa?

 

Vários clientes vem nos perguntar se é preciso ou obrigatório contratar o gerador de energia

Bom, obrigatório não é, maaassssss….

Devo contratar um gerador de energia para minha festa?

Costumamos dizer que o gerador é como um seguro de automóvel, aquele que você contrata torcendo, e até rezando, para não usar, pois se for preciso usá-lo é que alguma coisa de errado aconteceu.

Fazendo um raciocínio lógico, tratando o gerador como um seguro, a função dele seria proteger um investimento alto, e se você colocar na ponta do lápis o quanto de tempo e dinheiro investiram em uma festa de casamento, por exemplo, contratar um gerador vale a pena SIM!

Mas caso o orçamento esteja apertado, ou se há dúvidas com relação ao aluguel de um gerador, vale a pena seguir os seguintes passos:

  1. HISTÓRICO DO LOCAL: Verifique o histórico de queda de energia do salão ou da região. Locais mais afastados, como zonas rurais tendem a ter a rede de energia mais instável, há casos que não chega a faltar energia, mas a variação é tão grande que aparelhos que requerem maior potência elétrica param de funcionar com baixa tensão.
    .
    FATO REAL: Certa vez realizamos um casamento em um hotel em São Francisco Xavier/SP . Tocamos o casamento inteiro, sem problemas com a energia elétrica, e a festa foi um sucesso! No final da festa um funcionário do local nos informou que aquele foi um dos únicos eventos que não teve problema com queda de energia! Nós e o casal tivemos sorte!
    .
  2. CONTRATO DO SALÃO: Verifique se o salão possui uma recomendação no contrato, se isentando da responsabilidade da falta de energia e recomendado o uso de geradores, se há alguma clausula dessa, pode haver algum receio de queda de energia. Há salões que já alertam os noivos desse tipo de problema, o que é muito importante.
    .
  3. PARCERIA: Verifique se o local contratado já possui o gerador próprio ou se eles tem alguma parceria com empresas que alugam o equipamento. Tende ser mais barato que contratar de uma empresa externa!
    .
  4. TIPO DE GERADOR: Caso optem pelo aluguel de um gerador, saibam que no mercado há duas modalidades de aluguel, onde:
  • 1ª, Full-time: O gerador é usado durante todo o período da festa, independente da energia do salão.
    • PRÓS: A energia no mundo pode acabar, rsrsrs, mas a sua festa não vai parar!
    • CONTRAS: O preço é um pouco mais elevado;
  • 2ª, Stand-by: É quando o equipamento fica na espera para ser usado, o contratante paga um aluguel para o equipamento estar no local do evento (que é mais barato que a primeira modalidade), e se houver a necessidade de usar o gerador, o equipamento é ligado e o contratante paga um adicional por hora usada.
    • PRÓS: É mais barato que contratar o gerador em uso (full-time);
    • CONTRAS: Se a energia do local desligar, todos perceberão; O gerador leva em torno de 3min para ser ligado e restabelecer a energia.

Apesar de não ser mandatório, acreditamos que a prevenção nunca é demais! E o gasto com o gerador acaba sendo uma pequena parcela de um montante já investido!

Esperamos ter ajudado na decisão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *